Como é feito o pagamento licença-maternidade doméstica?

De acordo com o INSS, para a empregada doméstica, o valor do salário-maternidade será o mesmo do seu último salário de contribuição, observando o piso (um salário mínimo) e o teto (R$ 5.839,45 de 1º de janeiro até 31 de dezembro de 2019).
Em cache

Quem paga licença-maternidade da empregada doméstica?

A empregada deverá entrar em contato com a Previdência Social através do telefone 135 ou pelo portal/aplicativo Meu INSS, solicitar a licença-maternidade e agendar o atendimento.
Em cache

Quais são os direitos de uma empregada doméstica grávida?

Entretanto, é importante lembrar que quando a empregada doméstica está grávida, ela tem direito à licença-maternidade de 120 dias sem prejuízo no emprego e sem modificações no salário. Em casos de adoção ela também tem este direito, porém o tempo varia de acordo com a idade da criança.

Quem encaminha a licença-maternidade?

O médico fornecerá atestado, que deverá ser encaminhado ao empregador para comunicar a data do início do afastamento. Lembrar que a decisão do afastamento, antes do parto, acarretará menos tempo após o parto para amamentar e cuidar do bebê.

Sou empregada doméstica e estou grávida?

A estabilidade no emprego é um direito concedido a toda empregada doméstica gestante e adotante. Isso significa que, durante a gravidez da empregada doméstica, ela não pode ser demitida, inclusive 150 dia após o parto.

Qual o valor da licença-maternidade para empregada doméstica?

13° salário no período de licençamaternidade da empregada doméstica. O pagamento do 13° salário enquanto a empregada estiver afastada é de responsabilidade do INSS. Dessa maneira, o empregador tem a obrigação de pagar somente os meses em que a empregada tenha efetivamente trabalhado.

Quanto tempo depois de voltar da licença-maternidade posso ser demitida?

Depois do parto ou da adoção, a constituição garante mais 5 meses de estabilidade após licença maternidade – ou seja, esse prazo começa a contar somente a partir do nascimento ou da efetivação da adoção.

Quando entra de licença-maternidade Quem paga o salário?

Quem paga a licença-maternidade? A maior dúvida que surge nas empresas é quem paga a licença-maternidade. O salário-maternidade , remuneração recebida nos meses de afastamento, é pago diretamente pela empresa. No entanto, o empregador tem o valor ressarcido pelo INSS.

Onde é depositado o salário-maternidade?

Remuneração igual ao salário integral e a empresa que está responsável pelo pagamento do benefício, sendo depositado mensalmente na conta salário ou na conta corrente que a funcionária habitualmente recebe sua remuneração.

Quais são os direitos da empregada doméstica grávida?

Entretanto, é importante lembrar que quando a empregada doméstica está grávida, ela tem direito à licença-maternidade de 120 dias sem prejuízo no emprego e sem modificações no salário. Em casos de adoção ela também tem este direito, porém o tempo varia de acordo com a idade da criança.

Quando se recebe a primeira parcela da licença-maternidade?

Quando recebo a primeira parcela da licença maternidade? Segundo a Lei de Benefícios da Previdência Social, o pagamento da primeira parcela deve ocorrer 45 dias depois que a gestante apresentar à autarquia os documentos obrigatórios.

Estou de licença maternidade e não quero voltar a trabalhar o que eu faço?

Se ocorreu o termino da licença e a funcionária não retorna ao trabalho, nem tão pouco justifica; esta deve ser notificada via telegrama para que compareça a empresa, onde, o não comparecimento ou retorno; poderá implicar em abandono de emprego com sua dispensa por justa causa.

O que pode ser descontado da licença maternidade?

Durante a licença-maternidade, alguns descontos podem ser realizados normalmente, tais como FGTS, INSS e IRRF. O salário-maternidade conta como tempo de contribuição e, por isso, há o desconto do INSS. O Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) também desconta normalmente do salário-maternidade.

Quantas parcelas são pagas no salário maternidade?

O auxílio maternidade no MEI dá à contribuinte direito a licença de 120 dias, o que significa 4 parcelas mensais, na situação de parto do bebê, adoção, guarda judicial ou natimorto.

Quem está de licença-maternidade tem direito ao décimo terceiro?

O 13º salário é devido ainda a funcionários afastados por doença, mas quando o afastamento por motivo de saúde ultrapassar 15 dias, a responsabilidade pelo pagamento deste período fica a cargo do INSS.

Quem está de licença-maternidade tem direito a décimo terceiro?

59 da Instrução Normativa 2.110/2022 prevê que o salário-maternidade pago à segurada empregada pela empresa, inclusive a parcela do décimo terceiro salário correspondente ao período da licença-maternidade, também pode ser deduzido do pagamento da Contribuição Previdenciária devida.

Quem tá de licença-maternidade tem direito ao décimo terceiro?

Nos casos de licença maternidade, a colaboradora afastada também tem direito ao décimo terceiro, ou seja, o período de afastamento nada interfere na contagem de avos da gratificação. O mesmo vale para as empregadas domésticas, contudo, a responsabilidade pelo pagamento será do INSS.

Quando posso mandar embora minha empregada doméstica após a licença a maternidade?

Quando a empregada doméstica tem estabilidade? A Lei Complementar 150/15 garante três situações nas quais a empregada doméstica tem direito a estabilidade: Licença-maternidade: 120 dias após o parto ou solicitação de afastamento médico. Acidente de trabalho: um ano após o retorno das atividades.

By admin