Quem pode comprar no Armazém da Família?

É um programa Social que oferece à população com renda máxima familiar bruta de até 5 salários mínimos, gêneros alimentícios e produtos de higiene e limpeza. Atendimento para compra de produtos de Terça-feira à Sexta-feira: das 09:00 às 19:00.

Como se cadastrar no Sacolão da Família?

A solicitação ou renovação do cadastro do Armazém da família deverá ser feita pelo site https://portalsmab.curitiba.pr.gov.br. Para efetivar o seu, escolha uma senha de seis dígitos, preencha as informações necessárias e encaminhe os documentos solicitados.
Em cache

Como comprar no Sacolao da família?

Qualquer pessoa pode comprar nos Sacolões da Família, não é necessário nenhum tipo de cadastro. O pagamento pode ser feito em dinheiro ou com cartões de débito. De acordo com a prefeitura, não há data definida para o fim da promoção.

Que tipo de cartão o Armazém da Família aceita?

A partir desta 09 de agosto de 2022, o estabelecimento aceitará o pagamento com cartão de débito, crédito e alimentação, o novo sistema foi implantado e permite ao usuário utilizar o cartão das bandeiras Triocard, Life, Sulcard, Personal net, Abrapetite, Brasil Convênios, Senff, mastercard, visa e hipercard.

Como funciona o cartão do Armazém da Família?

Compras do Armazém da Família podem ser pagas com cartão de débito, crédito e alimentação. O Armazém da Família de Mandirituba oferece às pessoas que estão cadastradas novas opções para pagamento. Desde 9 de agosto de 2022, o estabelecimento aceita o pagamento com cartão de débito, crédito e alimentação.

Como fazer parte do Armazém da Família?

Documentos para o Cadastro:

  1. a) contracheque;
  2. b) comprovante de seguro desemprego;
  3. c) extrato detalhado do INSS, nos casos de aposentado, pensionista ou beneficiário.
  4. d) cópia completa da declaração anual de imposto de renda, se declarante.

Quem tem direito auxílio sacolão?

Para quem deseja saber, quem receberá o Vele Sacolão são as pessoas com inscrição no CadÚnico e renda de até um salário mínimo (R$ 1.212 hoje) mensal. Inclusive, vale dizer que o projeto foi aprovado com alterações na Comissão de Saúde da Câmara, onde foi relatado pelo deputado Pinheirinho (PP-MG).

Tem auxílio sacolão?

Auxílio sacolão

Se aprovado, o valor mensal de R$ 250 será destinado a famílias do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) com renda de até um salário mínimo (R$ 1.320). O benefício poderá ser usado exclusivamente na compra de frutas e alimentos básicos em supermercados.

Como cadastrar no auxílio sacolão?

Para ter direito ao Auxílio Cesta Básica, é necessário estar inscrito no CadÚnico – Cadastro Único para Programas Sociais, que é um instrumento do Governo Federal de identificação e caracterização socioeconômica das famílias de baixa renda.

Qual o valor do auxílio sacolão?

O texto do projeto dispõe justamente sobre a criação desse benefício específico voltado para alimentação. O valor do vale-sacolão seria de R$ 250 por mês voltados para famílias do CadÚnico.

Como fazer cadastro para comprar no Armazém da Família?

Rápido e fácil, o cadastro no Armazém da Família é feito por autoatendimento online. O processo pode ser feito a qualquer hora e lugar, usando o portal da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN) ou o aplicativo Curitiba App.

Como saber se tenho cadastro no Armazém da Família?

Dúvidas podem ser tiradas pelo telefone (41)3350-3890 ou pelo email [email protected].

Quem tem direito aos 70 reais no Armazém da Família?

O crédito de R$70 é destinado a famílias de extrema pobreza, que podem gastar o valor nos Armazéns da Família. O programa foi anunciado pelo prefeito Rafael Greca em abril. A ideia inicial era disponibilizar 3 parcelas, mas a medida foi prorrogada em mais um trimestre por conta da pandemia.

Como funciona o Armazém da Família?

Sobre o Programa

Destinado às famílias com renda bruta mensal de até 3,5 salários mínimos – o equivalente R$ 3.657,50 – o Programa Armazém da Família, oferece produtos alimentícios, de higiene e limpeza com preços em média 30% mais baratos.

Como faço para me cadastrar no auxílio sacolão?

Para se tonar elegível, é preciso se cadastrar no CadÚnico, um sistema do governo federal reúne informações de famílias de baixa renda. Ele é a principal porta de entrada para programas sociais como o Bolsa Família, a Tarifa Social e outras dezenas de iniciativas.

Como fazer o cadastro do auxílio sacolão?

Para ter direito ao Auxílio Cesta Básica, é necessário estar inscrito no CadÚnico – Cadastro Único para Programas Sociais, que é um instrumento do Governo Federal de identificação e caracterização socioeconômica das famílias de baixa renda.

Quem vai ter direito ao auxílio sacolão?

Estar inscrito no CadÚnico é requisito para conseguir o Auxílio Brasil, de R$ 400, o Vale Gás, que paga 50% do valor médio cobrado pelo botijão de gás de cozinha de 13Kg, entre outros benefícios.

Quem recebe o auxílio sacolão?

O valor do vale-sacolão seria de R$ 250 por mês voltados para famílias do CadÚnico. Na ementa original, a ideia é que famílias que recebem até um salário mínimo possam comprar alimentos básicos e frutas em supermercados.

By admin